Search on blog

Information

Novos produtos

Promoções

As nossas lojas

As nossas lojas

Praça do Príncipe Real em Lisboa

Feed RSS

Não existe um feed RSS disponível

António Pinto

Natural de Angola (Gabela-Amboim, província de Cuanza-Sul), nasceu em 11 de Dezembro de 1937, filho de pai português e mãe angolana. Tendo-se revelado, logo na infância, um aluno aplicado e piedoso, o pai julgou-o com vocação para o sacerdócio. Feita a instrução primária em Porto Amboim, fê-lo ingressar no seminário arquidiocesano de Luanda em 1...

Natural de Angola (Gabela-Amboim, província de Cuanza-Sul), nasceu em 11 de Dezembro de 1937, filho de pai português e mãe angolana. Tendo-se revelado, logo na infância, um aluno aplicado e piedoso, o pai julgou-o com vocação para o sacerdócio. Feita a instrução primária em Porto Amboim, fê-lo ingressar no seminário arquidiocesano de Luanda em 1951.

Depois da morte do pai em 1955 deixou o seminário e seguiu para Portugal, onde fez o curso geral dos liceus (5º ano) em 1957, no Liceu Nacional da Guarda, terra natal do seu progenitor. Regressado a Angola em 1958, prestou serviço militar no exército, no período de 1959/1963, que coincidiu com a eclosão da Luta Armada de libertação de Angola e da Guerra Colonial. Em 1963, após passar à disponibilidade, ingressou no funcionalismo público ultramarino, concluindo em 1967 o curso complementar dos liceus no liceu Salvador Correia, em Luanda. Espírito apaixonado desde muito cedo pelos problemas da sua terra (Angola), sobretudo económicos e sociais, vivendo-os sempre com grande intensidade e de forma permanente, a sua obra "13 Anos de Luta Armada. Porquê? que publicou em Luanda em 1974, aos 38 anos de idade, foi a consagração das suas angústias e preocupações, no período histórico e conturbada transição da colónia de Angola para a sua independência, a 11 de Novembro de 1975. Hoje, com 76 anos, está reformado e em 2010 licenciou-se em Direito com distinção pela Universidade Independente de Angola (UniA). Como jornalista entre 1998 e 2012 publicou para cima de 500 trabalhos na imprensa local, repartidos entre o Correio da Semana, Jornal de Angola e Semanário Agora. É docente universitário, consultor jurídico e advogado, inscrito na Ordem dos Advogados de Angola (OAA).

Mais

António Pinto Existe um produto.

Mostrando 1 - 1 de 1 item
Mostrando 1 - 1 de 1 item